Arquivo do dia: agosto 10, 2012

feira, sexta

finda, afunda a semana afloram as vestes profanas erguem-se as vozes mundanas teu valor, no prefixo és feira da suja, da boa, da lôa à toa dos pedidos em silêncio das freiras ofegantes dos carros, desgoverno dos negros sussurrantes das … Continuar lendo

Publicado em poesia | Deixe um comentário