Arquivo do dia: dezembro 12, 2012

cordas

prendem, no ringue sustentam a escalada salvam bandidos de ficção parceira de fugas verticais, deitadas resguardam a vida do trapezista sustentam a roupa a secar permeiam o ar suspiram, nos seus tremores notas pólen de amor serenatas marchas cantigas jingles … Continuar lendo

Publicado em poesia | Deixe um comentário