Arquivo do mês: outubro 2013

lápis azul

Uma densa e herbácea névoa transformava por completo o descampado que ficava logo à frente do prédio onde lecionava. O cobertor de breu lançado pela noite escondia sorrisos, semeava paranoias, explicitava cheiros diversos, desnudava cortinas de ombros desinibidos, à mostra.  … Continuar lendo

Publicado em misturas | Deixe um comentário

estava

Ela estava aqui até agora, não sei o que aconteceu. Usava óculos escuros, amarrava os cabelos com um tecido colorido, sorria alva, de ofuscar. Segurava docemente uma taça de kir, parecia a mais decidida entre todas as mulheres a cruzar … Continuar lendo

Publicado em misturas | 1 Comentário

farol

As cores borradas criam uma náusea matinal que há muito não me visitava. Corta o vento da esquerda para a direita com um sadismo inédito. Os ônibus desafiam as calçadas e quase raspam as guias com seus sapatos redondos e … Continuar lendo

Publicado em misturas | Deixe um comentário

superfície

plana, arrepia, eriça esfria, aquece, estica estilhaça, arde, adormece gera, espalha, pulveriza colore, aterra, erode oscila, rompe, vibra expõe, rotula, padroniza julga, descarta, vacila sangra, expele, sua sua.

Publicado em poesia | Deixe um comentário