Arquivo do dia: novembro 6, 2013

ponto de vista

Pudera contemplar o mundo de tua janela As curvas esverdeadas das montanhas O luzir intermitente dos rios Tragar a parada do tempo Sorver o perfume da espera Vasculhar os cômodos das memórias Amar-te sem tua presença Escrever-te cartas não-remetidas Brincar … Continuar lendo

Publicado em poesia | 1 Comentário