Arquivo do dia: maio 21, 2015

acaso

há sempre tempo para que a lâmina caia certeira divida o caminho em muitos a bifurcar-nos em pétalas de quereres inóspitos inesperados sobre a corda linear do plano feito a ausência (da) lógica impera: faz-se do fato um feito do … Continuar lendo

Publicado em poesia | Deixe um comentário