Arquivo do dia: setembro 14, 2015

menino

Não são poucas as vezes Em que o menino Por trás do arbusto Se esconde Palpita-lhe o peito A lâmina dúbia: Ansiar pelo perigo Sorrir de vida Ficar ao relento Enquanto cai o sereno Agasalhar-se em longos E sanguíneos beijos … Continuar lendo

Publicado em misturas | Deixe um comentário