prática

o livro dos conceitos
fechou-se após violento golpe
invisível e indizível

pesado, devido ao acúmulo
de experiências teóricas,
virou pó com o bater da capa

pudera: ficções, tão juntas
constituem alquimia imaterial

sobrou a água da chuva
a umidade da intempérie
e as implacáveis descargas elétricas
que incendeiam a tormenta

restou o encharcar-se
em beijos bissextos
e na tortuosa pele
que o destino traz

o indelével perfume
não se comove com versos
os mais eloquentes discursos
não lhe eriçam um único pelo:
silêncio

há, todavia, a embriaguez das gotas
cada vez mais fortes
feito lâminas reluzentes
operando milagres
na carne

amar-te é matéria prática
repleta de notas vermelhas
advertências, olhares suspensos
traquinagens, desvarios e desvios
solo fincado de vida
que nasce.

Sobre Rodolfo Araújo

Jornalista, amante do teatro, um (des)crente (in)constante.
Esse post foi publicado em misturas. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s